terça-feira, 7 de junho de 2011

Meu amor

Não meu amor, eu já não gosto de ti! Ja não tens o poder de fazer o meu coração bater mais depressa, já nem sabes como isso se faz. Já não sinto as borboletas na barriga de cada vez que te veijo, de cada vez que o meu olhar se cruza com o teu, elas já voaram para um sitio melhor…

Mas sabes, eu ainda tenho saudades tuas, ainda custa ver-te e fingir que és um estranho, mas foste tu que escolheste assim!
Eu, por aqui vou continuar, vendo-te cruzar o meu caminho todos os dias em silêncio, como se não existisses. Porque tu não sabes, mas eu ainda tenho saudades tuas, e a ausência meu amor, também magoa.


1 comentário:

  1. gosta muito, muito disto!

    a saudade e' uma coisa fudida! =(

    ResponderEliminar